fbpx skip to Main Content
(41) 3068-8027 Suporte: (41) 9 9204-4831
O Departamento De RH Está Mais Complexo E Estratégico

O departamento de RH está mais complexo e estratégico

Até pouco tempo, a função do RH era cuidar da folha de pagamento e ficar calculando horas de trabalho dos colaboradores. Hoje, o departamento de RH está mais complexo e estratégico, assumindo uma função de suma importância para as empresas.

Com a tecnologia sempre em desenvolvimento, apresentando coisas novas o tempo todo no mercado, era de se esperar que a transformação digital chegasse, enfim, ao departamento de RH das empresas e o tornasse mais complexo e estratégico.

Assim como outras inovações tecnológicas que ocorrem no mercado, existe uma tendência muito forte para se utilizar novas tecnologias para mapear os processos de RH e automatizá-los. Isso fará com que os processos dentro da sua empresa funcionem melhor e alcançar objetivos.

O que tornou o departamento de RH mais complexo e estratégico

Houve um insight no mercado que fez com que as empresas, através da tecnologia, reformulassem as atividades do departamento de RH, abandonando planilhas e fórmulas antigas e passando a ter essa pegada mais estratégica.

Atualmente, os processos que fazem parte do Recursos Humanos precisam atender aos objetivos da organização. Como assim? Através de um trabalho complexo de encontrar as competências e habilidades nos colaboradores para que estes cumpram com suas atividades e a empresa alcance os objetivos como um todo.

Quando for necessário realizar um processo de recrutamento e seleção, o RH já conhece o perfil, no mínimo, exigido dos colaboradores para que eles venham a fazer parte da empresa e do departamento que tem a demanda. 

Além de mais complexo e estratégico, o departamento de RH também se tornou mais decisivo, a partir do momento que ele vai ajudar a decidir que colaborador contratar, baseado no perfil ideal e, também, nos gaps de skills e know-how da equipe na qual esse novo colaborador vai ingressar. É praticamente uma receita de bolo que precisa balancear.

Seguramente, é um enorme desafio fazer isso sem a tecnologia. Quando utilizamos uma ferramenta específica de mapeamento de processos, conseguimos montar esse perfil através dos dados medidos que serão avaliados e melhorados continuamente, toda vez que se fizer necessário. Isso deixa o processo de recrutamento mais eficiente e otimiza um tempão das pessoas que realizam esse estudo. É super importante integrar processos, pessoas e tecnologia. Veja o infográfico abaixo da TOTVS:

pier-gestao-o-departamento-de-rh-esta-mais-complexo-e-estrategico-infografico-totvs

 

Qual o caminho das pedras para fazer o mapeamento de processos de RH?

Já entendemos que o departamento de RH está mais complexo e estratégico. Então, é importante lembrar que aqui você vai abandonar as planilhas manuais em prol de uma automatização. Ok? Por isso, os cargos mais altos da empresa têm que estar de acordo com essa nova proposta para que se ganhe uma certa autoridade e apoio ao projeto.

Vamos para os passos:

1 – Objetivos estratégicos

A equipe envolvida no projeto precisa montar o planejamento antes de tudo. Só partir disso ´que vamos conseguir definir quais objetivos queremos alcançar. Neste momento, serão descobertos quais processos de Recursos Humanos serão mais relevantes. O restante, pode abandonar, mas não jogue fora, deixe guardado lá na gavetinha.

2 – Vá atrás das informações

A partir do momento que a equipe entrar num consentimento e quais processos exatamente será realizado o mapeamento, é preciso ir atrás das informações desses processos. 

Existem algumas maneiras:

– Pode-se entrevistar os que fazem parte do processo e lidam com ele diariamente;

– Pode-se observar os processos em operação para entendê-los de forma eficiente.

– Coletar os documentos de forma geral: listas de checagem, formulários, templates, tabelas e outros documentos podem ajudar muito a entender como o processo acontece na empresa. 

Ao fazer isso, cuide das normas e das leis que regulamentam esses processos. Ninguém quer lidar com problemas legais no futuro, não é mesmo?

3 – Mapeie o processo atual

Depois de ter todos os documentos “em mãos”, podemos começar a criar o modelo de processo de RH atual. Por que começar pelo atual? Para poder entender a fundo como ele funciona, senão não há como otimizar. Tentar otimizar direto é um erro bem comum, mas quem disse que você precisa ser igual a todo mundo, né?

Preste atenção em alguns pontos que são considerados fundamentais:

– eventos

– quem atua no processo

– fluxo de trabalho

– principais atividades

– resultado do processo

– documentos legais locais

Para facilitar o processo para sua empresa, é interessante que você opte por plataformas de BPM, porque eles têm uma interface bem intuitiva sem precisar do pessoal da TI para te ajudar a mexer no programa. 

Dê preferência para criar um fluxograma, porque quanto mais visível você tiver esse processo atual desenhado, mais entendível ele fica e mais fácil você consegue enxergar oportunidades e gaps.

4 – Encontrando os pontos de melhoria

No fluxograma criado, identifique primeiro os gaps: atrasos, gargalos, desperdícios, retrabalho, erros e tudo mais que encontrar e se encaixar para a sua empresa. Feito isso, podemos começar a analisar um a um e começar a encontrar as melhorias em cada um desses gaps.

5 – Crie um modelo de processo TO BE

Depois de identificar as melhorias, crie uma lista de como deve ser cada etapa do processo. Trabalhe pensando em como otimizar. Não tenha medo de propor algo que seja o mundo ideal. Quem disso que não podemos chegar no ideal? Quem disse que só podemos nos contentar com o “é que tem pra hoje”?

6 – Pode começar a automatização e definir os KPIs

O mapeamento dos processos e melhorias já está feito. Mas por que não ir mais além? 

Conforme falamos no início desse artigo, a tecnologia veio para dar oportunidades de automatização dos processos e sairmos das planilhas manuais.

Mas se você pensa que é só isso, está enganado. Com a automatização e uma ótima plataforma tecnológica, você consegue ter eficiência na hora de avaliar os processos em tempo real, em cruzar os dados, analisar os indicadores de desempenho (KPIs), entre outros relatórios que você consegue gerar através de um painel de controle.

 

O ideal é que você mantenha sua empresa sempre atualizada e aliada às novas tecnologias de mercado. O departamento de RH estar mais complexo e estratégico não apenas um modernidade, é uma necessidade. Pense nisso.

Se gostou do nosso artigo, compartilhe!

Back To Top
WhatsApp chat